Aumento do sentimento de insegurança – uma realidade em Cabo Verde

Por Alcides da Luz

A SINAPOL suspendeu a greve para os dias 26 a 31 de Julho deste ano. Diz–se que o efetivo policial tem estado desde há muito tempo em greve de zelo. A ser verdade, em relação à greve de zelo, não deixa de ser preocupante.

Pela minha longa experiência, greve de zelo, significa:

  1. Quando a policia é acionada, em vez de acudir em tempo útil (10 a 20 minutos no máximo) só chegará no local da ocorrência 40 a 60 minutos depois;
  2. Em vez de aplicar 60 coimas para controlar e manter a ordem e a segurança do trânsito rodoviário aplica somente 30 coimas e deixa passar outras infrações;
  3. A dedicação e o empenho perde interesse no seio do efetivo;
  4. O patrulhamento e a resolução de conflitos nos bairros, na via pública e nas Esquadras policiais deixa de ter algum impato e visibilidade;
  5. A ação e atuação da Polícia diminui de intensidade;

Por tudo isto, questiona–se!

  • Quem está em condições de garantir que a Segurança dos cabo-Verdianos não está em causa? Porque não é só diminuir a criminalidade, aumentar investimentos, mas também a preocupação de reduzir o sentimento de insegurança que está instalado na mente das pessoas. Nem os Governantes quanto mais os Chefões da PN têm como medir, atualmente, a perceção de Segurança em Cabo Verde. Todas as afirmações e discursos nessa matéria são pura e simplesmente Politiquice.
  • Quem garante, com fundamentos claros e sem a ilusão de dados Estatísticos, que Cabo Verde está hoje mais Seguro, tendo em conta que persiste a desconfiança, o descontentamento e a desmotivação da maioria do efetivo policial?

A Ordem é a espinha dorsal de todas as sociedades civilizadas e a Segurança um bem puro e necessário à sobrevivência da sociedade. Contudo, se os atores produtores de Segurança, por exemplo, os elementos das forças policiais, não estiverem psicologicamente preparados e motivados a tempo inteiro, o cidadão como destinatário de proteção policial será o primeiro a sentir os efeitos dessa desmotivação.

Com conhecimento e experiência na área de Ordem e Segurança Pública, tenho sobejas razões para manifestar a minha grande apreensão e inquietação, levando em conta o que tenho lido no Facebook, com comentários duros, desrespeitosos e graves sobre a situação atual da Polícia Nacional.

Os cidadãos pagam os seus impostos para usufruírem de mais e melhor segurança e o que está a acontecer neste momento não pode ser encarado de ânimo leve. Isto é muito sério porque aqueles que aplicam a lei e protegem os cidadãos não podem estar moral e psicologicamente em baixo.

Como gosto de apostar na antecipação, porque a prevenção é uma questão de atitude, comportamento e nível de cidadania, independentemente da suspensão da greve, o rastilho continua posto e o sentimento de insegurança está longe de ser desinstalado da mente das pessoas. É o objetivo e dever do Governo solucionar os problemas da classe policial, cabendo as Policias focar a sua atividade nas pessoas em particular. Afinal, os cidadãos são a razão da existência da Polícia.

É preciso que os Governantes entendam, a partir de agora e de uma vez por todas, que bons policiais, dedicados, empenhados e motivados se fazem só com a melhoria das condições de vida e de trabalho. Acabou–se a militância e a lealdade cega.

4 COMENTÁRIOS

  1. É preciso que os Governantes entendam, a partir de agora e de uma vez por todas, que bons policiais, dedicados, empenhados e motivados se fazem só …
    Acabou–se a militância e a lealdade cega.

    Sr. Ex Comandante apraz me perguntar lhe porquê só agora? Acaso, nos ultimos, 15 anos do governo anterior a Policia era militante e lealmente cega?

    • A Policia nunca foi e nem sera militante e lealmente cega, meu caro Herman José, a quinze anos atras nao se revendicou como agora por se estar a espera de dias melhores o que nao se tem feito, a policia em se nao se manifestou agora pela cor politica mas sim pela insatisfaçao de muito se esperar, aumentou o comsumo para a qualidade de vida mas o salario manteve .

  2. É dessas gentes que Cabo Verde precisa neste momento.
    Falar, e falar a verdade sempre, doa a quem doer.
    Aposto que o sr. Comandante Alcino da Luz, está se encontra sob os holofots dos déspotas que nos governam, que infelismente acham que essas ilhas são suas, desde logo, fazem e desfazem aos seus belos prazeres, subjugando os Caboverdeanos como se fossem suas ovelhas.
    As punições impingidas aos policiais por terem participado na última greve do SINAPOL, é indubitávelmente um tiro no estômago do governo de Ulisses Correía, cujas consequências são imprevisíveis, sobretudo para o mpd, seu governo é seus boys e Girls…

  3. Cargo Herman gostei mesmo das perguntas formuladas. Agora, deverias mostrar- me a cara, porque assim facilitaria a nossa Comunicação. Nos ultimos 15 anos, não fui e jamais serei militante de qualquer Partido Politico. A isenção e a imparcialidade caraterizaram a minha postura enquanto no ativo. Sei que me conhece mas eu não. Mostra-me a cara e responde – lo- ei com todo o gosto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here